Fragilidade

Todos nós temos nossas dores. Nossas fraquezas.

Só de estarmos imersos num Universo gigantesco, só isso já dá medo.

A fúria da Natureza é capaz de esmagar o homem indefeso.

E quem somos nós sem nossos pais? Sem a mãe? Nossos amigos?

Sem nossa vidazinha no nosso bairro pequenino?

Meu Deus! Como o ser humano é frágil.

—–

É isso que me conduz a Maria, a Mãe. A face materna de Deus para a humanidade terrícola. Que nos acolhe como crianças indefesas. Nos pega nos braços. Nos orienta e nos conduz. Afinal…

Como poderíamos ir assim, sozinhos?

Anúncios

Sobre João

Olá, amigo do outro lado da tela.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s