Crianças-deuses

Imaginem se as crianças fossem Deuses?

Era uma vez uma nuvem branca voando acima dos arranha-céus.

O menininho-deus passeava pelo parque e, ao olhar para o céu, disse: “Olha!… É um algodão doce!”

E a nuvem, de repente, dissolveu-se em caramelo e choveu dos céus sob festa!

————————————–

A criança-deusa estava ano escuro, deitada, e morrendo de medo, achando que um monstro de garras, muitos olhos, aspecto gosmento e terrível carnívoro escondia-se debaixo de sua cama. E estava mesmo.

Sorte que, estando o coelho de pelúcia ao lado dela, a força da magia da Terra dos Coelhinhos fez desaparecer o monstro de garras num átimo.

————————————–

As crianças-deuses decidiram acabar com a fome no mundo: de repente, todas as pessoas podiam comer sanduíche e batatas fritas a vontade!

————————————–

As crianças-deusas decidiram: de agora em diante, nenhum doce é capaz de escorregar de nossas mãos. E assim foi feito! A alegria foi geral!

O resultado prático da determinação foi mais além: nem os pais conseguiam tirar os doces das mãozinhas de seus filhos. Os adultos tiveram de alterar o adágio, que passou a ser “Isso é mais difícil que tirar doce de uma criança”.

————————————–

A aula durava trinta minutos; o recreio, quatro horas e meia.

————————————–

A chupeta e a mamadeira estavam liberados para qualquer idade (alguns idosos gostaram disso).

————————————–

O Papai Noel (ele existia!) ganhou um hot wheels voador para entregar a tempo suas encomendas.

————————————–

Os ovos de Páscoa eram recheados por dentro.

Anúncios

Sobre João

Olá, amigo do outro lado da tela.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s